SOYEZ LES BIENVENUS SUR LE SITE DES AMIS D'ALEXANDRINA - SEDE BEM-VINDOS AO SITE DOS AMIGOS DA BEATA ALEXANDRINA

     
 

MISTÉRIOS LUMINOSOS

 

SEGUNDO MISTÉRIO

PRIMEIRA INTERVENSÃO DA MÃEZINHA

Três dias depois do baptismo de Jesus, conta o evangelista S. João, «celebrava-se uma boda em Caná da Galileia e a mãe de Jesus estava lá.» (Jo. 2:1).

É importante frisar aqui que o Santo evangelista não começa por dizer que Jesus tinha sido convidado assim como os seus recém-escolhidos discípulos, mas diz que “a Mãe de Jesus estava lá”, antes de acrescentar: «Jesus e os seus discípulos também foram convidados para a boda.» (Jo. 2:2)

Provavelmente escolheu propositadamente de colocar Maria no primeiro lugar, visto o que em seguida iria acontecer na sequência da sua maternal intervenção.

«Como viesse a faltar o vinho – explica João – a mãe de Jesus disse-lhe: “Não têm vinho!”» (Jo. 2:3)

Maria não pediu a Jesus que fizesse um milagre, Ela disse apenas que os noivos já não tinham vinho para oferecer aos convidados.

A resposta de Jesus poderá parecer dura ou desrespeitosa, mas não o é, se atendermos ao vocabulário da época e à missão de Jesus.

«Mulher, que tem isso a ver contigo e comigo?» (Jo. 2:4) Aqui é o Messias quem fala e não o Jesus de Nazaré, sempre submisso a sua mãe, o que é confirmado pela explicação dada por Jesus à “mulher” sua Santa Mãe: «Ainda não chegou a minha hora.» (Jo. 2:4)

Mas Maria não se ofuscou da resposta do Filho e, tendo a certeza que o seu pedido seria ouvido, dirigiu-se aos serventes e disse-lhes simplesmente: «Fazei o que Ele vos disser!» (Jo. 2:5)

A Virgem Maria é a Medianeira de todas as graças, “é o caminho mais curto para chegar a Jesus”. Quantas vezes, em diversas ocasiões, Ela utilizou esta simples frase!

Em Fátima, que disse Ela aos pastorinhos?

«Se fizerem o que digo…»

Mas os homens esquecem facilmente o que Ela nos diz ou nos faz compreender… somos surdos e teimosamente desagradecidos… temos cabeças duras e somos orgulhosos; pensamos tudo conhecer e saber… quando nada somos nem nada sabemos…

Façamos de bom agrado “tudo o que Ela nos disser”.

No fim da caminhada está a vida eterna no Paraíso, para cada um de nós!

Pour toute demande de renseignements, pour tout témoignage ou toute suggestion,
veuillez adresser vos courriers à
 :

alexandrina.balasar@free.fr